ePrivacy and GPDR Cookie Consent by Cookie Consent § Academia Rio-Grandense de Letras § Notícias § Lançamento do projeto Biblioteca Academia Rio-Grandense de Letras §

NOTÍCIAS

Lançamento do projeto Biblioteca Academia Rio-Grandense de Letras

01 de dezembro de 2020

Neste dia 01 de dezembro de 2020, marcando o aniversário de 119 anos da instituição, a Academia Rio-Grandense de Letras lança, oficialmente, o seu projeto Biblioteca Academia Rio-Grandense de Letras. O programa Biblioteca Academia Rio-Grandense de Letras (ARL) é uma ação que pretende distribuir, ao logo de 10 anos, 100 mil livros para diferentes acervos públicos e institucionais do estado. O projeto é financiado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura do Ministério do Turismo (Secretaria Especial da Cultura), tendo o Grupo Zaffari como patrocinador exclusivo. 

Os livros Travessia da Amazônia e Cartas do Everest, do escritor Airton Ortiz, são os primeiros títulos do projeto, que vai contemplar obras dos acadêmicos da ARL.

A distribuição será feita pelo Sistema Estadual de Bibliotecas Escolares (SEBE), pela Secretaria Municipal de Educação de Porto Alegre, pela Federação dos Municípios do RS e pela própria Academia. O SEBE, da Secretaria Estadual de Educação, distribuirá 5.200 livros para as 2.550 bibliotecas das escolas públicas do Estado; a SMED distribuirá 400 livros para as 99 escolas municipais da capital; a Famurs distribuirá 1.000 para cada uma das bibliotecas públicas dos 496 municípios gaúchos; e a ARL distribuirá 600 livros (300 de cada) para patrocinador, imprensa, biblioteca central de cada Estado, acadêmicos e demais academias do gênero do Brasil.

A iniciativa tem por finalidade incentivar a leitura entre os estudantes do Estado, distribuindo uma coleção completa para bibliotecas públicas municipais e escolares. Cada título contará com um encarte instruindo os professores a como melhor utilizar os livros em sala de aula. Foi criado um canal no YouTube no qual a autora do projeto pedagógico Aluno Leitor, professora Ana Paula Ferreira Xavier, estará à disposição dos professores e coordenará perguntas dos alunos que serão respondidas on-line pelos escritores. Já está no ar, também, página no Facebook, para que os estudantes troquem postagem e comentários sobre os livros; outra no Instagram, onde os alunos divulgarão fotografias sobre seus trabalhos em sala de aula, e uma conta no Twitter para os estudantes postarem suas críticas sobre as obras literárias.

Segundo o presidente da Academia, o escritor Rafael Bán Jacobsen, “a atualização contínua do acervo das bibliotecas públicas e escolares é essencial para fidelizar o público que já frequenta esses espaços e, sobretudo, para atrair novos leitores. Contribuindo para essa demanda, a Academia cumpre um papel social.”

Redes sociais do projeto:

YouTube:
https://www.youtube.com/channel/UC5xCXfz8MrMoBT3g-zbc0tQ

Facebook:
https://www.facebook.com/Biblioteca-Academia-Rio-Grandense-de-Letras-100891118550307

Instagram:
https://www.instagram.com/biblioteca.arl/

Twitter:
https://mobile.twitter.com/ArlBiblioteca

Academia Rio-grandense de Letras

PATRONOS

CADEIRA 29

José Carlos de Souza Lobo

José Carlos de Souza Lobo nasceu em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, no dia 11 de outubro de 1875, filho de José Teodoro de Souza Lobo e Rita da Graça Lobo. Estudou na Colégio Rio-Grandense de Porto Alegre. Formou-se bacharel em Direito pela Faculdade de Direito de Porto Alegre em 1904. Foi funcionário da diretoria da Instrução Pública do Rio Grande do Sul e advogado da Justiça Militar, em Porto Alegre.

No meio jornalístico, José Carlos Lobo foi diretor do Correia Mercantil e, em Porto Alegre, foi redator do Correio...

continue lendoCONTINUE LENDOcontinue lendo